logo IMeN

Etanol, o sempre presente nas bebidas alcoólicas

O etanol, presente na "bebidas alcoólicas", também chamado álcool etílico ou, na linguagem corrente, simplesmente álcool, é uma substância orgânica obtida da fermentação de açúcares, hidratação do etileno ou redução de acetaldeído, encontrado em bebidas como cerveja, vinho e destilados.
No Brasil, a principal matéria-prima utilizada para a produção de álcool é a cana de açúcar, nos Estados Unidos é o milho. O Brasil responde por 35% da produção mundial de etanol, ficando atrás dos Estados Unidos, que responde por 37,5%.
Na produção de álcool, podem ser utilizados suco de frutas,  preparados de beterraba, substâncias amiláceas, tais como o arroz, o trigo e a batata.
Importantes pesquisas de hábitos de consumo mostram que no mercado brasileiro, no consumo total de bebidas, 87% seriam de cervejas e 10% de destiladas, atingindo as cachaças quase 70% do grupo de destilados.
Nesse aspecto, surge significante e inexplicável, o desnível na tributação, muito superior aos destilados em comparação com a cerveja,  impactando em preços e danos ao consumidor.
Outro aspecto relevante é a  "confusão na rotulagem", ao se colocar a dose em 100ml, não em gramas de álcool, a leitura das informações nutricionais fica prejudicada e dificulta um processo educacional para o consumo moderado e equilibrado.
Inúmeros países já relacionam, nos rótulos valores em gramas / volume da bebida, em muitos casos colocando o valor de 10 gramas como uma dose.
Ações educacionais no consumo consciente, adequações corretas nos rótulos e legislação saudável, devem ser o mote das normatizações em médio prazo

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br